Cadillac WTF - O Carro Movido a Energia Nuclear

15 de jan de 2009 · Postado por Evandro F.
Marcadores:

Cadillac WTF

A Loren Kulesus escolheu um elemento químico pouco comum para mover o conceito do Cadillac World Thorium Fuel. O nome já indica, significa: combustível mundial de tório.

O tório é o elemento químico de número 90 e símbolo Th. Você não deve se lembrar dele, não é mesmo? Afinal, sua aplicação é voltada apenas para a indústria bruta e fica distante do nosso dia-a-dia. Encontrado em rochas e no solo, ele é utilizado como elemento de liga para aumentar a resistência mecânica do magnésio em altas temperaturas, além de revestir fios de tungstênio usados em equipamentos eletrônicos.

Para se mover, o WTF utiliza baterias que funcionam por meio deste componente. Toda a potência é passada para as vinte e quatro rodas que movem o conceito. De espessura fina, elas são divididas em grupos de seis e estão distribuídas como quatro rodas de qualquer carro normal. Kulesus ainda explica que elas não utilizam pneus, já que seria inviável financeiramente por terem que ser produzidos com material de alta resistência e exigirem trocas a cada cinco anos.

Cadillac WTF

Visualmente, o modelo impressiona tanto quanto na tecnologia utilizada para locomovê-lo. A frente lembra um Cadillac devido à grade em filetes e ao logo da montadora, padrão da marca do grupo General Motors. Os vidros partem da grade e seguem até o meio do teto. Na traseira, há uma grande abertura em forma de circula, que deixou o visual ainda mais próximo de uma espaçonave.

Cadillac WTF

4 comentários

heliarly disse...

Caraí. Acabei de postar quase exatamente a mesma coisa, só editei um pouquinho o texto. ehauehauehaueha... Ê mundo.

KuTuKaLoKo disse...

Na boa....assim que vi a ultima foto logo me veio a cabeça o joguinho Top gear 3000

aehueauheauhhuehueaea

os carros do futuro serão feios pacas FATO!

filmespravc.com disse...

WTF = Whatafuck

Anônimo disse...

por isso a gm quase quebrou

Related Posts with Thumbnails

Espalhe

:::: Lazer ::::

Referêcias